Skip to main content

Campeão usa disciplina do karatê no trabalho na Frias Neto

Ele coleciona títulos: campeão internacional no open do Uruguai, tretacampeão regional. Afinal, dos 30 anos de idade, 22 têm sido dedicados ao karatê.  Hoje mais focado no ensino dessa luta marcial Rodrigo Suprimo, responsável pelo setor de Rescisões de Contrato da Frias Neto Consultoria de Imóveis, também dedica parte do seu tempo a um projeto social.

Desenvolvido no bairro rural de Santa Olímpia, para 35 alunos de seis a 17 anos, o projeto é patrocinado com recursos do Fumdeca (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), a partir dos impostos repassados por empresas. Para o mês de maio, Rodrigo organiza um torneio de karatê seus alunos.

Rodrigo encontrou o karatê aos oito anos de idade e destaca o quanto o esporte fez diferença em sua vida. Concentração, equilíbrio, foco foram alguns dos pontos que o karate reforçou em sua vida e que tem ajudado na caminhada pessoal e profissional.

“Dificilmente alguém me vê estressado ou nervoso. Aprendi com o karatê o equilíbrio emocional, a capacidade de discernir o certo do errado, a maneira de agir. Além de experimentar o bem-estar físico e mental que o esporte proporciona”, avalia.

Além das aulas no projeto, Suprimo também ensina karatê em São Pedro e costuma ser procurado por pais que buscam reforçar nos filhos justamente a disciplina e foco. “O retorno sempre vem na forma de relatos dos pais, que falam das mudanças perceptíveis no comportamento das crianças”, diz.

Além de ensinar o esporte quatro vezes por semana, a cada 15 dias Rodrigo faz aulas com seu treinador. “Em qualquer atividade é preciso reciclar, trocar experiências para se manter atualizado e poder oferecer o que existe de melhor aos alunos”.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: