Skip to main content

Criação de holding patrimonial ‘não tem receita pronta’

“O mais importante é entender que a holding patrimonial é um organismo vivo, não existe receita pronta. Cada caso precisa ser analisado e encaminhado de acordo com suas características próprias”.

A declaração é do advogado e contador Luiz Angelo Sabbadin, diretor executivo da Semcon Contabilidade, que com muita clareza explicou a um auditório lotado os passos para se chegar à criação da chamada holding patrimonial. A palestra “Conheça as Vantagens Tributárias na Constituição de Empresas Patrimoniais” foi promovida pela Frias Neto Consultoria de Imóveis, na noite de 27 de junho.

A redução na carga tributária para quem tem investimentos em imóveis é uma das vantagens apontadas para a criação de uma empresa patrimonial. Especialista em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários (IBET), com pós-graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Sabbadin conta que o interesse pela proteção patrimonial é uma tendência que se consolida, especialmente por essa busca pela redução na tributação de imóveis.

Por isso, o advogado detalhou os passos para se chegar ao modelo, disse que uma holding pode ter apenas um imóvel, falou dos entraves da não atualização das matrículas dos imóveis e da redução real da carga tributária nos casos de locação e vendas.

“Na holding familiar, o patrimônio em bens imóveis na pessoa física é integralizado ao capital social da pessoa jurídica. Dessa forma, à holding caberá o recebimento das receitas de aluguéis gerados pelo patrimônio”, disse o palestrante. “Esses rendimentos serão tributados na pessoa jurídica, o que representa uma considerável vantagem fiscal”, completou.

Para Sabbadin, esse modelo de holding, em que o patrimônio passa a pertencer a uma empresa, favorece a gestão corporativa familiar que, em conjunto, tomará as melhores decisões para preservar os bens.

O diretor-presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis, Angelo Frias Neto, disse que a apresentação superou as expectativas da empresa e dos participantes, clientes da Frias Neto em sua maioria, para um tema de grande interesse.

Depois da palestra, foi servido coquetel e os presentes puderam conhecer alguns modelos de motos Ducati, especialmente enviadas para exposição no evento.

Confira algumas fotos:

Adelino e Magali Duarte, Beatriz Frias e Magali Chiaramonte

Adelino e Magali Duarte

Alberto Costa e Magali Chiaramonte

Angelo e Celisa Frias, Alexandre, Júlio e Luciano Miotto

Angelo Frias Neto e Luiz Angelo Sabbadin

Celeste Frias Françoso e Pedro Cruz

Cristina e Silvio Fargetti, e Jorge e Myltes Martins

Francisco Fabião e Paulo Roberto Franhani

Gerceli e Nelson Gimenes

Gustavo Siqueira e Sérgio Carneiro

Hermenegildo Vendemiatti, Ricardo Kraide e Alberto Costa

Ivo Passini e Marco Tonim

Ivonete Fernandes de Souza e Ricardo Shirota

João Henrique Lopes, Luiz Angelo Sabbadin e Alberto Meme

Juliana Labate Capobianco, Tania e Alex Carrasco

Leandro, Luiz Jurandir e Luiz Angelo Sabbadin e Paulo Franhani

Lucas Dellon e Marinho Bregieira

Luciano, Graziela e Júlio Miotto

Luiz Angeloo Sabbadin, Celeste Frias Françoso e Walda Frias Bellato

Luiz Jurandir Sabbadin, Leandro Sabbadin e Claudinei Ballestero

Marcelle Fioravante, Luciana Silva, Andreia Carone, Josy Farias e Neuza Fioravante

Maria Aparecida dos Santos, Moacir e Miriam Moura e Odilene Andriotta

Marise e João Parisi

Norma Calil, André Arana e Marta Casarotti

Riolando Gonzaga Franco Neto, Marcelo Gonzaga Franco e Nathalia Magnani

Silvia Bilato e Giane Carlim

Vanda Brolio e Ernest Benevides

Victor Bellagamba, Silvia Mattos, Vagner Pancieri, Thatia Oliveira e Fabíola Vieira

Wolne e Maria Clara Cruz

Equipe Frias Neto

Equipe Frias Neto

Auditório

Auditório

Saiu na Mídia:

A Tribuna Piracicabana

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: